sábado, 5 de maio de 2012

Resfriado para o coração


E começa assim, numa rua bem calma, demasiado calma. Numa rua vazia, com salpicos de casa aqui e casa ali e olha só! Encontrei uma plantinha no meio deste vazio. Irónico! Talvez tanto como eu aqui no meio de quatro paredes. Tão frágil, tão sozinha e oh, deixa que eu faço-te companhia pequena.
Estava bastante escuro nessa noite, talvez por haver poucas estrelas no céu e aqueles candelabros (em que metade deles não dava luz) não chegarem para iluminar o meu campo de visão ou se calhar por os meus olhos não captarem suficientemente a luz para que eu conseguisse ver. Teorias... Apenas teorias. Era bastante estreita a rua e... oh basta! Era só uma rua.
Por ali andei, não me apetecia andar muito mas estava a chover. Foi então que fiquei indecisa ''sair daqui?'' '' abrigar-me?'' ou apenas simplesmente '' continuar a caminhar a chuva''. Optei pela ultima opção.  Por vezes era o que precisava, uma tonelada de chuva em cima de mim, um cabelo bem lisinho pregado à face molhada, as roupas ensopadas coladas ao corpo e as pestanas a colar também na parte inferior dos olhos. Ah... precisava disso para tirar teimas, para me acalmar. Mas em contra partida tem as suas desvantagens como uma dose valente de espirros e uma constipação que mais tarde iria chegar pela minha querida ''aventurinha''. Mas oh, sabia bem. E espirros? isso é o de menor importância, uns lencitos à mão e problema resolvido. Constipação também vai ao sitio com um medicamento ou outro, mas o que não passa mesmo é este pequeno martírio que na minha cabeça vai e vem, e que de pequeno não tem nada. Tenho de parar... Ou melhor, tenho de começar e tu também chuva. Começa a cair ali, mesmo quando eu não tiver guarda-chuva para ver se este pobre coração se arrefece e apanha um resfriado para se esquecer das coisas más.

11 comentários:

Tiz disse...

adoro <3
escreves mesmo bem!

Ana Margarida disse...

Espero que sim, meu amor. Obrigada <3

ParadoxoSD disse...

Acredita que estou a tentar ser forte e não desistir. Obrigada pela força, sério :)
E adorei este texto*

joana. disse...

muito obrigada querida <3

Algo Estranho... Alguém Diferente! disse...

gosto imenso do teu blog, a sério.

ParadoxoSD disse...

Lutar por mim... tens razao, quer dizer, espero que sim. mas um dia tenho medo de eu tbm nao reconhecer o meu proprio esforço... :/

ParadoxoSD disse...

oh agradeço-te imenso pelas tuas palavras :'D

ParadoxoSD disse...

ah e outra coisa, adoro a birdy tambem*

ParadoxoSD disse...

fico muito contente por isso **

ParadoxoSD disse...

fico muito contente por isso **
e tu tambem escreves bastante bem!*

nês disse...

que amor :)