sábado, 31 de maio de 2014

O Segredo de Mel 22#

 
Ainda era quarta feira e já não aguentava o cinismo de Miguel. Estava horrivelmente insuportável, esforçava-se ao máximo para a irritar ao lançar-lhe aqueles olhares maldosos. Queria esmaga-lo. Ainda por cima, quando estava com os colegas de secção, na zona do café (porque não tinha vida), falava bem alto sobre ela (mal obviamente). Mas qual é o problema dele? Melissa já nem a sua voz conseguia ouvir e estava prestes a passar-se. Faltava pouco, muito pouco. Oh, só queria uma centena de adesivos colados naquela boca!
Na hora de almoço preferira até ficar no gabinete a trabalhar, pelo menos assim não teria de ouvi-lo. Sabia que estava no limite e que se lhe aparecesse à frente podia dizer coisas que não queria, ou melhor queria mas não devia dize-lo. Não me posso exaltar, isso só me vai prejudicar - pensou.
Entretanto quando pensava que o gabinete era o lugar mais seguro do mundo e que tinha repelente anti Miguel, acontece o inesperado. Pois bem, Miguel entra no gabinete de Mel, sem bater à porta (claro) e com um grande sorriso dizendo:
- Boa tarde beleza!
- Que queres? - Respondeu Melissa de forma agressiva enquanto franzia as sobrancelhas. Só me faltava mais esta. - pensou.
- Credo, tanta agressividade faz-te mal. Poe-te com mais rugas do que as que já tens. - Disse soltando uma grande gargalhada.
- Que engraçadinho. Olha, se vens aqui para me chamar velha, podes dar meia volta e sair pela mesma porta que entraste. Ah, e fecha-a por favor. - Retorquiu agora já com o sangue a subir-lhe a cabeça.
- Tem calma, até que estás bem conservada. Tens que idade mesmo? 52? - Gracejou de novo.
Melissa levanta-se, pisca-lhe o olho e dirige-se para a sua frente. Seguidamente já próxima do ombro dele sussurra-lhe ao ouvido - Queres que o teu pai querido saiba que jogas solitário, damas e afins nas horinhas de trabalho docinho?
Miguel sem sair do sitio e mantendo o tom responde - Não tens provas e ele acreditaria em mim obviamente.
- Tens a certeza que não tenho provas? E as fotos que tenho ali guardadas? Queres vê-las, querido? Estás bastante favorecido com os pés em cima da secretaria.
Miguel repentinamente dá-lhe um beijo próximo de boca e desata a correr do gabinete dela gritando ''COBRAAA!''.
-Mel enervada e sem saber como reagir segue-o somente até à saída do escritório e grita bem alto ''ANORMAL''!

2 comentários:

Cláudia S. Reis disse...

Cheira-me que eles os dois, lá bem no fundo, gostam um do outro!

Doidas Em Dieta disse...

Seria bom q aparecesse outro interessado na Mel para ver a reacção dele....