sexta-feira, 15 de junho de 2012

Ele para ela & Ela para ele IV (ela)


Ela para ele

E lá vem ele com um passo cada vez mais rápido consigo-os ouvir agora e está cada vez mais perto... Devia estar com medo? A verdade é que não estou, fui perdendo a medida que ele se aproximou e agora que deixei de olhar para não dar nas vistas ainda menos tenho. Meu deus, estou a sentir alguém a respirar ao meu lado, devo olhar? Não sei que fazer e sinceramente também não percebo esta indecisão súbita. Estou a  ganhar coragem e vá eu vou olhar...1,2... só mais um pouco de coragem e... E é ele, o rapaz da semana passada, aquele que destruiu a calma dos meus dias e que me pôs mais atarantada que uma barata tonta, aquele que aqueceu as minhas mãos e o coração sem sequer me tocar, aquele que me fez vir até aqui hoje desabafar com as ondas... e oh ele está a olhar para mim, os olhos dele estão a brilhar e eu não consigo falar. Estou com medo, a tremer por dentro...
Até que de subito...

- Posso sentar-me aqui?- disse ele sorrindo. e oh, o sorriso mais bonito que já vi!
- Sim podes, acho... - disse eu com medo...
E ali ao meu lado ele se sentou e de novo ficou parado a olhar para mim.
-Tenho alguma coisa de estranho?
-Não, nada! quer dizer... - disse ele enquanto olhava para o chão. Ficou envergonhado e achei tão querido. Nunca vi nada assim...
- Então porque olhas assim para mim?
- Desculpa... É só que és muito bonita! - E foi agora que o meu coração explodiu, tenho a certeza que pareço um pimento vermelho se é que não pareço pior. Logo eu que nunca fico assim, que desgraça!
- Ah, obrigada...-Respondi-lhe.
Estamos aqui deitadinhos na areia a cerca 30 minutos a olhar para as estrelas. Como é óbvio acabei por ficar cansada de estar na pedra e acabei por lhe pedir para vermos as estrelas... Não sei como perguntei, só sei que ele em grande concordância aceitou! E agora cá estamos, a poucos centrimentos um do outro num silencio ensurdecedor... É estranho o que se está a passar, tenho o coração quente e...Lá estão de volta os sintomas da semana passada mas desta vez pior que nunca... Não consigo explicar nada mas também nem sequer consigo chegar perceber, é de doidos! Mil e uma coisas passam na minha cabeça e sabes? Não ias gostar de as saber... Tenho a certeza que se soubesses ias achar-me criança, uma parva... Ai e eu só queria encostar a minha mão na tua e que assim do nada com uns pós mágicos elas tivessem bem juntas. Era bom que acontecesse mas tu nem me conheces... Só queria que continuássemos assim para sempre. E apesar de eu não saber o que digo e o que faço não quero sair daqui, nem que este silencio se quebre, não quero! Mas sabes? Se o silencio se quebrar só desejo que seja para ouvir as batidas do teu coração..

3 comentários:

Tiz disse...

Lindo, lindo, lindo... Adoro cada palavra que escreves *-*

Mariana disse...

de nda querida!
Muito obrigada querida mesmo :c
é tão difícil seguir em frente sem ele ... sabes, ele era quem eu mais valorizava, eu dava tudo por ele, tudo!

Mariana disse...

tenho de agradecer sim querida!
É mesmo fogo :c tens toda a razão ! entregamos completamente o nosso coração a alguem e ele ultiliza-o como se fosse papel :s