domingo, 12 de outubro de 2014

A dor tem de ser sentida, dizem eles.


Um dia leu algures entre doces páginas que a dor tinha de ser sentida. Foi nesse instante que sentiu como se lhe tivessem lido a alma e a ditado mesmo ali naquelas linhas. Oh, e sentir a dor não é algo que faça há assim tão distantes anos...
A dor precisa de tempo, precisa de espaço. Tempo e espaço para ganhar confiança, tempo e espaço para nos arrebatar, tempo e espaço para no final nos tornar mais fortes. Tempo para senti-la é tão ou mais necessária do que o tempo para esquece-la. Ambas são fundamentais como uma história para um livro, como o amor para uma alma que ama.
Se queremos que ela vá um dia, temos que nos predispor a deixa-la chegar, a deixa-la nos perturbar, deixa-la nos fazer perder sentidos e ganha-los ao mesmo tempo.
Ah, A dor tem de ser sentida, dizem eles. Dizem eles... 

4 comentários:

bubblicious de mentol disse...

Concordo mesmo com o que escreveste.

Bonjour Love disse...

concordo! adoro a tua escrita.

disse...

a dor é necessária, mas não é eterna. é uma passagem e uma aprendizagem que temos de fazer. saber viver com a dor não é aceitá-la para a prosperidade, é olhar para ela como um caminho que tem de ser seguido para que termine. a vida dói, a vida custa, mas amar não seria tão intenso se não tivesse as suas dores bonitas

Ísis disse...

Totalmente de acordo.
Mais um texto sublime.