sábado, 11 de abril de 2015

Sonhar demais não existe


Ela sonha demais, sonha demais bem sei.
Sonha em um dia poder ter a capacidade de se manter acordada a vida toda só para poder olhar-te  durante a noite já que já o faz durante o dia. Sonha um dia poder acordar todos os dias ao teu lado para ter aquele sorriso apaixonado que só tu conheces. Sonha com os dias infinitos que adorava que passassem juntos, viajassem juntos, comessem porcarias juntos.
Sonha com a vossa vida como se fosse uma historia. Sabes, ela já chegou a criar uma, deu-lhe até uma narrativa e fez um conto bem bonito na cabeça. Desculpa, mas não promete que não tenha exageros, floreados, ''mariquices'' e demasiados clichês porque afinal é mulher. E tu sabes, mulheres... Ah, já fez uma bela introdução ao vosso sentimento e até colocou coisas bonitas lá pelo meio. Só nunca lhe deu um final. Mas isso é porque não sonha com finais felizes mas com constantes inícios marcantes.
Sonha com poder escrever para sempre sobre amor, porque escrevê-lo é conhece-lo sem o saber explicar. Escrevê-lo é vivê-lo, é não o explicar enquanto se explica. É dar uma reviravolta ao dicionário em busca de palavras e significados que o consigam conjugar e no fim não o conseguir. Amar é não conseguir acompanhado e por isso já é conseguir alguma coisa. Oh, e é por isto que quero escrever-te, sobre linhas, sobre folhas, sobre madeira, sobre ti e sobre nós.
Então, enquanto puder e não se pagar, ela vai sonhar com o que quiser. 
Sonhar é tão bonito não é? Sonhar demais não existe.

3 comentários:

Daniel sousa disse...

Quero que continuemos a sonhar juntos e a concretizá-los para sempre <3
Obrigado por tudo <19

Cláudia S. Reis disse...

Sonhar demasiado não existe! Aliás, sonhar é o que nos leva mais longe :)

Teresa Silva disse...

Os sonhos são como a felicidade... Nunca são demais!

Bjxxx