sexta-feira, 25 de março de 2016

Passo a passo, no Destino


Caminhamos, passa a passo no destino, para o incerto. Caminhamos incertamente para o desconhecido. Traçaremos nós as nossas ações e metas como comandantes da nossa própria sina? da nossa própria existência? Achamo-nos donos das nossas estradas, do piso que pisamos, das atitudes que tomamos. E se tudo isto não passassem de inevitáveis ilusões? E se não passássemos de marionetas do tempo e do espaço? Consegues sentir-te impotente? A impotência de ''não decidir'', por tudo estar pre-determinado, estabelecido antes das tuas próprias conexões cerebrais saberem? antes de tomares conscientemente uma decisão que concordas ser tua?
Sentimos medo do que virá, sentimos a impotência, a duvida do desconhecido, a curiosidade de o conhecer e... continuamos a caminhar, passa a passo no destino, para o incerto.

4 comentários:

Cláudia S. Reis disse...

Até que um dia a incerteza é substituída por passos mais decididos. Até ao dia em que tomamos completamente as rédeas do nosso caminho!

Sara com Cafe disse...

sentir paz futuramente... é o que desejo para ti!

abraço.

Ísis disse...

Aproveita essa viagem porque, quando chegar o dia em que as coisas deixarão de ser incertas, a vida perde um pouco da sua piada.

Pedro Sampaio disse...

Aproveita sempre enquanto dura!