segunda-feira, 19 de dezembro de 2016

Fica comigo apenas hoje, para sempre


Se for para ficar fica, se for para ir, vai. Não fiques a meias, por entre metades. Não dês metade daquilo que és porque eu não consigo dar metade daquilo que sou. Da-me tudo, ou então não me dês nada. Prometo que darei tudo de mim por ti. Darei a alma se for preciso mas por favor fica. Fica comigo apenas hoje, para sempre. Porque o eterno somos nós que o criamos. O eterno é quando nós quisermos. Podemos ser eternos agora, ou então apenas amanhã. Podemos ser eternos hoje? Porque eu respiro aquilo que somos e o meu ser vive daquilo que criamos. Então fica. Ou então vai. E se fores, eu deixarei de respirar. E se fores, eu deixarei de viver. E talvez até a escuridão me consuma,  talvez o nosso eterno me mate. 

1 comentário:

Matilde disse...

Adorei!
http://sunflowers-in-the-wind.blogspot.pt/