terça-feira, 30 de janeiro de 2018

A Vida & uma Chávena de Café



Envolvo-me em pensamentos enquanto observo o café a girar dentro da chávena. Num instante estou a viajar para terras longínquas, estou a atravessar a natureza de um espírito, o âmago de um ser. Em poucos segundos estou a analisar perspetivas, a ansiar vontades, a delinear ambições. Em milésimas de segundo sou a mais sinuosa sonhadora. Ah, e a colher continua a girar na porcelana de olhos agora postos em outro lugar. Olhos apurados percorrem universos sem sair do sitio. Olhos ansiosos caçam as luzes, as cores, as diferenças. Olhos minucioso leem os detalhes e criam interpretações, novos significados. Oh, e são estes olhos que dão vida a uma mera chávena de café.

1 comentário:

Eros disse...

Que nunca percas pelo caminho essa hipnótica forma de sonhar.